Descarte de medicamentos deve ser realizado apenas na farmácia da UBS

Essa semana a Associação Bragadense de Catadoras (ABC), destinou à farmácia da Unidade Básica de Saúde (UBS), medicamentos vencidos e embalagens descartadas no lixo reciclável. As catadoras encontraram seringas (material cortante, pontiagudo e com alto poder de contaminação), cápsulas, comprimidos, frascos com restos de medicamentos e xaropes, suplementos alimentares, além de cartelas vazias.

A farmacêutica Valéria Weiler, aponta que a atitude correta em casos de sobras domésticas de medicamentos é repassar à farmácia da UBS que possui um ponto de coleta para destinação adequada.

De acordo com a farmacêutica o descarte desse material não ocorre só no lixo reciclável ou lixo comum, mas também em vasos sanitários e pias o que pode causar graves problemas sociais e ao meio ambiente; “Essas sobras de medicamentos contaminam o solo e a água, que absorvidos pelas plantas, acabam provocando graves doenças. Além disso ainda podem contaminar as catadoras”, salienta.

Em relação às caixas e bulas, Valéria explica que essas sim podem ser descartadas no lixo reciclável.