Notícias

Assinado contrato da 1ª unidade de minigeração de energia solar fotovoltaica da administração de Pato Bragado

A implantação da 1ª unidade de minigeração de energia solar fotovoltaica pelo governo de Pato Bragado por intermédio da Secretaria de Obras, Viação e Urbanismo foi consolidada na tarde de ontem (06), após contrato firmado entre o prefeito Leomar Rohden, o Mano e o sócio administrador empresa vencedora do processo licitatório, Vitor Rico Moyano Ferrari, da Bono Energias Renováveis com sede em Londrina. O ato ocorreu na prefeitura.

Assistidos pelo vice-prefeito e secretário de Saúde, John Nodari, secretário de Planejamento Lucas Blatt e a gestora de contratos do município, Ana Carolina Specht, o prefeito manifestou a expectativa de colocar em operação esse grande projeto inovador e que trará grandes melhorias. “Além de contarmos com uma fonte de energia renovável e limpa, seremos os responsáveis por iniciarmos a geração da nossa própria energia, com a capacidade de abastecer parte da demanda dos prédios públicos”, disse Mano.

Conforme o prefeito, os investimentos iniciais previstos eram de R$ 1.221.426,06. Após o processo licitatório na modalidade tomada de preços, esse montante, sofreu alterações e passou a ser de R$ 977.004,05, garantindo uma redução/economia de R$ 244.422,01 aos cofres do município.  

 

EXECUÇÃO

Por meio da unidade, a geração de energia elétrica será injetada na rede da concessionária distribuidora, a Copel, em conformidade com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), reduzindo, assim, os custos com energia provenientes dos prédios públicos do município e o impacto ambiental.

A unidade terá 432 módulos fotovoltaicos que possibilitarão uma potência de 190,08 (kilowatts Pico) kWp. A instalação será realizada atrás do reservatório do Serviço de Água Bragadense (Sabra), próximo ao Centro de Eventos.

A estimativa inicial é de geração de 18 a 22 mil kW/mês.