Notícias

Aulas de robótica avançam e alunos aprendem a programar luz de emergência

As práticas pedagógicas do projeto de Robótica da Escola Municipal Marechal Deodoro de Pato Bragado têm apresentado grandes avanços relacionados à educação criativa. Como um dos exemplos dessa evolução está a programação da luz de emergência.

A atividade consiste na realização da programação por todos os alunos. As turmas do primeiro, segundo e terceiro ano realizaram a tarefa de maneira mais simples, enquanto os alunos dos quartos e quintos anos utilizaram uma lógica programável mais elaborada, com uso de sensor sonoro, criando por conta própria, algumas combinações de comandos.

Segundo a professora responsável pelo projeto de Robótica, Márcia Coutinho, a luz de emergência é um item de segurança muito útil e até mesmo obrigatório em estabelecimentos comerciais com grande circulação de pessoas. “A finalidade deste equipamento é evitar acidentes durante situações de baixa visibilidade, uma vez que permite enxergar o caminho com mais facilidade”, explica.

Ela conta que a atividade exige conhecimento social da aplicabilidade da luz de emergência, bem como a interpretação do ambiente para combinar e calcular as variáveis dos códigos de iluminação a ser detectada pelos sensores; e finalizar com o objetivo proposto que é acionar a luz quando o ambiente não estiver iluminado.