Notícias

Catadores de Pato Bragado realizam diagnóstico coletivo da associação

Com a recente apresentação do programa destinado à coleta seletiva e reciclagem no município, seguida da seleção das famílias que passaram a integrar a Associação Bragadense de Catadores (ABC), pela técnica da UVR, Claudireni Staadtlober e do Parque Tecnológico Itaipu, Renata Saviatto Dias, novo passo foi dado na manhã de hoje (1º). Na oportunidade as famílias associadas participaram ativamente de um diagnóstico em que coletivamente pensaram nos problemas da associação, refletiram sobre os desafios, propuseram estratégias para melhorar o trabalho, estimularam as responsabilidades e, por fim, organizaram ideias e definiram quais são as ações prioritárias para concretização dos sonhos.

O encontro ocorreu no auditório da Escola Municipal Marechal Deodoro e foi acompanhado pelo prefeito Leomar Rohden, o Mano, vice Dirceu Anderle, secretária de Agricultura e Meio Ambiente, Arlete Schneider, técnica Claudireni e a consultora do Conselho dos Municípios Lindeiros, Norma Hofstaetter Barros.

O prefeito destacou o trabalho de separação do lixo realizado pelos catadores em prol do município e do meio ambiente, atuando nas atividades da coleta seletiva. Mencionou a construção em andamento da Unidade de Valorização de Reciclados (UVR) que será equipada para realização de todo processo da cadeia produtiva da reciclagem.  Para o gestor é uma obrigação a administração auxiliar essa classe que desempenha uma tarefa de suma importância na sociedade.  

No último dia 30 os catadores participaram da oficina de eletrônicos na Associação de Catadores de Resíduos Recicláveis (Acaresti), em Santa Terezinha de Itaipu. Ela é considerada um dos referenciais no Paraná e Brasil. Lá conheceram as técnicas de separação de resíduos eletrônicos e materiais recicláveis.