Notícias

Mais de 150 espécies de plantas aromáticas e condimentares são disponibilizadas à população em Pato Bragado

O consumo de chás se torna especialmente atrativo agora no inverno, já que a bebida é preparada a partir de folhas, sob infusão na água quente. Além de saboroso e relaxante, a mistura de folhas proporciona vários benefícios associados à saúde.

Em Pato Bragado as folhinhas da saúde estão à disposição de toda comunidade, e o melhor, sem custo e distribuídas em mais de 150 variedades cuidadosamente cultivadas por Tercília Medin, a Bimba, na horta do Projeto Piá Luz do Futuro.  

A popularidade de Bimba, seus ensinamentos e experiências em plantas medicinais e aromáticas já se espalharam pelo mundo. Comitivas estrangeiras já estiveram no projeto piá para replicar seus conhecimentos.

Bimba é responsável pelo plantio, os cuidados, colheita e distribuição das plantas, por meio do projeto Farmácia Verde, em implantação no município pela Secretaria de Saúde. Ela conta que são mais de 150 variedades medicinais, entre os básicos do dia a dia, como os chás tradicionais das vovós, entre eles, a hortelã, cavalinha, capim limão, erva doce, manjerona, poejo, manjericão, alcachofra e hibisco. Entre os aromáticos, destaque para o orégano, tomilho, açafrão e alecrim. “Além disso temos os mais procurados que são o Melão São Caetano, para alívio das dores no corpo e febre, como também a Moringa para o colesterol”, completa.

As pessoas que necessitam de chás ou que desejam conhecer um pouco mais dessa prática, podem comparecer na horta do projeto piá, nas segundas, terças e quartas-feiras, das 7 às 11 horas e nas quintas e sextas-feiras, das 13 às 17 horas.