Notícias

Pato Bragado mobiliza servidores públicos e comunidade no combate à dengue

A dengue tem se alastrado de forma rápida em muitas cidades do Paraná e da região. Em Pato Bragado considerando que o município, conforme o último boletim epidemiológico, conta com 78 notificações e 26 casos confirmados, além de outros 42 aguardando coleta/em análise, a administração municipal realizou no início da manhã de hoje (1º), uma mobilização em frente à prefeitura e que contou com o envolvimento de servidores públicos de todas as secretarias. Foi formada uma grande frente de trabalho pela eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti.

Coordenados pelo prefeito Leomar Rohden e o vice-prefeito, John Jeferson Weber Nodari, foram organizados grupos de trabalho, conforme a área de atuação das Agentes Comunitárias de Saúde (ACSs) para cobertura das ações em todo perímetro urbano. A recolha de todo material depositado em frente às residências, tanto pela comunidade que foi informada do arrastão, quanto pelos servidores está ocorrendo pela Secretaria de Obras, Viação e Urbanismo.

 

EPIDEMIA

Entre os 26 casos confirmados de dengue, 14 são autóctones, ou seja, contraídos no município. Nesse caso, a situação se torna ainda mais complicada, já que conforme o secretário de Saúde, o número de pessoas com o problema, é maior, pois muitos exames ainda estão no laboratório Lacen, vinculado à Secretaria de Saúde do Estado. “De um dia para o outro podemos ter os resultados das amostras de sangue e a exemplo do último ano, sofrer com uma nova epidemia no município”, anuncia Nodari.

Diante do cenário que se modifica a cada dia, com mais casos positivos, o prefeito reforçou a importância dos servidores e da população em estabelecer uma rotina e verificar, principalmente calhas, fossas e ralos, assim como os seus quintais e jardins, fazendo sempre a separação do lixo e a destinação nos dias determinados.

 

CANTEIROS DE OBRAS

Os cuidados também devem ser redobrados nas obras de construção civil, como aponta o prefeito. “É preciso destinar corretamente os restos de sacaria de argamassa e de cimento, entre outros resíduos, copos e compartimentos de alimentos descartáveis. Para tanto, no município contamos com um dia específico na quarta-feira para recolha de todos esses materiais que vão para reciclagem. O gestor também destaca a importância de não esquecer da betoneira que pode acumular água e de drenar a água acumulada nas lajes ao longo do dia e, principalmente, nos finais de semana.