Notícias

Pato Bragado disponibiliza novas linhas de microcrédito a empreendedoras

 

 

Pato Bragado passa a disponibilizar microcrédito a empreendedoras

 

A Agência do Trabalhador de Pato Bragado está disponibilizando linhas de financiamento, com taxas de juros diferenciadas para apoiar pequenos negócios que tenham mulheres como proprietárias ou sócias. A intenção é estimular o empreendedorismo feminino e gerar emprego e renda no município.

O microcrédito é oferecido por intermédio do programa Banco da Mulher Paranaense, de iniciativa do Governo do Estado, com taxas de juros reduzidas para apoiar micro e pequenos negócios de mulheres empreendedoras.

Estão disponíveis linhas de microcrédito para Microempreendedoras Individuais (MEI), Empresária Individual (EI), ou Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI) e também empreendedoras informais ou profissionais autônomas, que precisam modernizar ou ampliar as atividades em negócios na indústria, comércio ou serviços, cujo faturamento anual seja de até R$ 360 mil.

 

O QUE É POSSÍVEL FINANCIAR?

O agente de crédito da Agência do Trabalhador, Mariano Scharnetzki explica que os recursos do crédito poderão ser usados para construção, reforma, ampliação ou modernização de instalações; compra de máquinas, equipamentos e softwares; formação de estoques para manutenção de empreendimentos e também para custeio de treinamentos, consultorias, pesquisas, estudos e projetos, inclusive que envolvam energias renováveis.

 

VALORES DE CRÉDITO

O agente aponta que o valor máximo do microcrédito varia conforme o tempo de atividade do negócio. “Para empresas em início de atividade, ou seja, menos de 12 meses, até R$ 5 mil. Com menos de 12 meses de atividade formal, considerando que a soma do tempo formal e informal é superior a 12 meses, até R$ 10 mil. Com mais de 12 meses de atividades, visando à expansão do negócio, até R$ 20 mil”, detalha.

Quanto às pessoas físicas, ele declara. “Com menos de 12 meses de atividades, até R$ 5 mil e com mais de 12 meses, até R$ 10 mil. Micro e pequenas empresas, entre R$ 20 mil e R$ 500 mil”.