Notícias

Treze famílias bragadenses passam a integrar o Programa de Agricultura Urbana e Periubana

A administração de Pato Bragado promoveu na última quinta-feira (23), um encontro com todas as famílias que se credenciaram no Programa Municipal de Agricultura Urbana e Periubana, destinado à ocupação de terrenos urbanos e periurbanos do município para o plantio de hortifrútis (hortaliças e frutos).

Durante um período de dois meses a Secretaria Assistência Social em parceria com a Secretaria de Indústria, Comércio, Turismo e Desenvolvimento Econômico, e a Secretaria de Agricultura, Pecuária e Meio Ambiente promoveram o chamamento público aos interessados em ocuparem áreas devolutas de propriedade do município para o plantio de hortifrútis ao consumo próprio, trocas, doações ou comercialização.

A intenção é a de que as áreas do município que estavam ociosas e que geram custos para a administração com sua manutenção, passassem a ser aproveitados por famílias cadastradas no Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal, como também aposentados e pensionistas, e pessoas que não tenham área agrícola para o sustento familiar, a partir da produção de hortifrútis.

No encontro que contou com a participação de 13 famílias credenciadas foram repassadas as instruções de como poderão usar um lote para várias cultivares, produzindo seu próprio alimento e também para a venda, culminando com a assinatura dos respectivos contratos.

Segundo o prefeito Leomar Rohden, o Mano, os lotes poderão ser utilizados, inicialmente por três anos, sendo que o prazo pode ser prorrogado pelo mesmo período, conforme o interesse dos contemplados e de acordo com a legislação do Plano Diretor. “É uma oportunidade que oferecemos para contribuir no sustento das famílias de baixa renda, incrementando o cardápio familiar, gerando renda extra e mantendo a limpeza dos locais”, ressalta o gestor.